Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AQUÁRIUSUL

Sou daqui deste povo que cheira a mar e sabe a fado

AQUÁRIUSUL

Sou daqui deste povo que cheira a mar e sabe a fado

Tempos difíceis

 

capatempos.jpg

 

Desde o alvorecer da humanidade que a busca se intensifica na demanda profícua do homem, consigo e com a sua espiritualidade.

 

Quem sou?

De onde venho?

Para onde vou?

 

Na nossa contemporaneidade temos um manancial de informação vivencial histórica que pode e deve ser utilizado para a construção de um mundo melhor, numa sociedade mais equilibrada, isenta de fundamentalismos e outros estados de alma, que não se sujeitam à evolução do indivíduo como tal.

A ligação com a sua espiritualidade, apesar das muitas intolerâncias, crenças e descrenças, não foi cortada, e o tempo se encarregará de consolidar a vontade e as leis da universalidade, naturalmente.

O homem está só neste trabalho de Sísifo? Estará?

 

Alma Lusa

 

leia a coletanea online